A Tradição Judaico-cristã conforme Christopher Dawson em “A Formação da Cristandade”. Parte I

A Tradição Judaico-cristã conforme Christopher Dawson em “A Formação da Cristandade”. Parte I

Christopher Dawson                                         Fonte da foto: internet.  

A Tradição Judaico-cristã conforme Christopher Dawson em “A Formação da Cristandade”. Parte I 

Numa época distante da história, na metade da Idade do bronze, um homem de um povo chamado Habiru ou Apiru (conforme consta nas inscrições egípcias e sírias),  reconhecido na Bíblia como povo Hebreu é chamado de forma misteriosa por Deus para fundar um novo povo, uma nova terra, Israel. A tradição religiosa precedeu, assim, a tradição nacional. Ou seja, Israel não era uma civilização mundial, a exemplo de Índia e China, fundadas por religiões de grande cultura nacional.

Israel também não era um Império histórico como Egito, Assíria, Babilônia, Pérsia, Macedônia e Roma.

 Era a Aliança de Deus com um povo, conforme o Deuteronômio, guiados de forma profética  por uma liderança escolhida Divinamente.

Esse líder era Abraão. Considerado, pois, o Pai de todos os crentes, o patriarca da fé dos judeus, cristãos e muçulmanos. Misteriosamente chamado por Deus, aceitou a missão de guiar o seu Povo à terra prometida. Como consequência dessa Aliança e da migração à terra prometida, posteriormente, os descendentes de Abraão foram aprisionados no Egito.

E, mais uma vez, um profeta individual, é escolhido por Deus para libertar e guiar o povo Hebreu, agora, com a Aliança do Monte Sinai e a Lei trazida por ela(os Dez mandamentos). 

Israel, assim, permanece só no mundo, entre todos os povos e nações, como única testemunha da Lei do Deus único. O povo de Israel é frequentemente aprisionado e libertado ao longo de toda história, resistindo a todas tentativas de liquidá-lo.

Seguem os chamados aos homens de Deus: Elias, Jeremias, Isaías e todas as profecias do Reino Messiânico. Mesmo com tantas ameaças, sofrimentos e provações, o Reino do Messias era pregado pelos profetas. 

A vinda de Jesus, Salvador, não conforme parte do povo Hebreu esperava. Um líder e guerreiro a libertar seu povo, mas o Filho de Deus a salvar a humanidade. A palavra de Deus, então, foi primeiramente revelada ao povo de Israel.

Depois, o Verbo se fez carne em uma determinada pessoa, num determinado momento histórico, e, posteriormente, esse processo de redenção humana perdurou na vida da Igreja, a nova Israel, a comunidade universal portadora da Revelação Divina.

 Essa Revelação  da Palavra de Deus trazida, primeiramente pelo povo Hebreu e realizada, em plenitude com Jesus Cristo,  funda, através da Igreja, a ordem cultural e moral do Ocidente e de outras partes do mundo.

 #ChristopherDawson

#judeu

#judaico-cristão

#Cristandade

#luisfernandopiresbraga

#guedesebraga        

About Post Author

Luís Fernando Pires Braga

Advogado.

Recent Comments

Leave Comments

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos sites, você concorda com tal monitoramento. Criado por WP RGPD Pro