Escravidão mental e adestramento comportamental na pandemia

Escravidão mental e adestramento comportamental na pandemia

Escravidão mental e adestramento comportamental na pandemia

“A ocorrente explosão da tecnologia digital não somente mudou o modo que vivemos e nos comunicamos, mas rápida e profundamente altera nossos cérebros” (Psiquiatra Garry Small)


“A propaganda é uma armadilha para capturar a atenção de alguém” (Marshall Mcluhan)

Sem o controle mental das pessoas é impossível mudar o comportamento delas.

A partir da manipulação planetária da informação, esse intento ficou mais fácil de ser realizado.

Para tanto, é sempre necessário criar artifícios propagandísticos e divulgá-los amplamente até obter o fim almejado. Com o totalitarismo digital, esses artifícios foram drasticamente potencializados.

As frases feitas ou slogans são alguns desses artifícios. O indivíduo massificado vive dessas frases.

Foi capturado por uma propaganda ou coisa parecida e isso não passa de uma armadilha para escravizar a mente de um indivíduo.

Uma vez capturada e escravizada, a pessoa não consegue mais pensar por conta própria, virou um mero repetidor de frases prontas veiculadas pelos meios tecnológicos de comunicação.

A escravidão mental dessas frases durante a pandemia de Covid-19 é um capítulo à parte na história da humanidade. Esse tipo de lavagem cerebral é feita para aprisionar o indivíduo massificado e estabelecer supostas verdades na mente como fatos incontestáveis.

Façamos a seguinte retrospectiva: “fique em casa”, “Use a máscara”, “vacina sim”, “Viva a vacina”, “Viva a ciência” e por aí vai…

Da escravidão mental, então, passa-se ao adestramento comportamental. Por exemplo: tudo bem que a pessoa se vacine, mas daí a ficar postando fotos e vídeos, mostrando que o fez só denota que está adestrado para fazer isso. Quem posta essas imagens não está a anunciar a cura dessa moléstia, mas a se comportar conforme a sua mente foi condicionada.

O exemplo acima, evidentemente, não se aplica a todos os que assim agiram, mas é verdadeiro e se aplica a muitos. E ainda que esses muitos escapem da covid-19 através da vacinação, poderão, contudo, nunca escapar da escravidão em que a sua mente foi aprisionada.

Leia também:

Fanatismo político na Era das Redes Sociais. Reflexões em Viktor Frankl e Karl Jaspers: Neurose coletiva, opinião pública e o Poder do slogan

Karl Kraus e as frases feitas. Slogan, fanatismo e violência.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Este artigo foi publicado no blog Guedes & Braga.

About Post Author

Luís Fernando Pires Braga

Advogado.

Recent Comments

  • Maurício Almeida

    Otimo texto.
    Interessante a percepção da escravidão mental nesse momento de pandemia.
    Vejo lavagem cerebral para todos os gostos…rsrs
    Concordo ser desnecessário fazer o papel de garoto(a) propaganda na vacinação…eu mesmo declinei postando fotos do momento da vacina. Talvez por empolgação…sei lá.

Leave Comments

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos sites, você concorda com tal monitoramento. Criado por WP RGPD Pro