C. S. Lewis e a Tirania do bem

C. S. Lewis e a Tirania do bem

C. S. Lewis e a Tirania do bem

De repente, homens sem escrúpulos chegaram ao poder e movidos pelo desejo de controle transformaram-se em “senhores do bem”, passando a se preocupar ilimitadamente com a saúde e a vida dos cidadãos.

Manipuladores do medo, induziram as pessoas a clamar por segurança.

Diante de uma pandemia, muitos governantes, depois que diminuir o perigo, não cessarão de aterrorizar os cidadãos com falsas estatísticas e pseudo estudos científicos sobre doenças ou outros assuntos.

Ainda que sejam verdadeiros os estudos e estatísticas, a liberdade do indivíduo será ameaçada do mesmo jeito. O que interessa é a manipulação para obter controle do povo. Instaura-se, então, uma espécie de tirania.

É a chamada tirania do bem. Ela é a mais ameaçadora e a mais terrível. Representa o fim da liberdade do ser humano e da sua dignidade.

Por exemplo, um dos direitos mais básicos e fundamentais do homem é o direito de ir e vir. Alie-se a este, o direito social ao trabalho.

Pois bem, o cidadão tem o direito sagrado de ir em busca de um emprego e prover o seu sustento, apesar de uma guerra, de uma doença ou qualquer outra coisa. Poderá perecer ou não por causa disso, mas se for proibido de fazê-lo estará destruído como homem.

C. S. Lewis definiu assim esse tipo de tirania:

“Entre todas as tiranias, a tirania exercida para o bem de suas vítimas é a mais opressiva. Talvez seja melhor viver sob o olhar de nobres usurpadores do que de intrometidos moralistas onipotentes. A crueldade do nobre usurpador às vezes descansa, sua cupidez por vezes é saciada. Mas aqueles que nos atormentam para o nosso próprio bem o farão sem descanso, pois o fazem com a aprovação de suas consciências”.

Para ler o texto sobre a face totalitária da democracia, clique aqui.

Para ler o artigo sobre a face totalitária da democracia II, clique aqui.

# C. S. Lewis e a Tirania do bem

About Post Author

Luís Fernando Pires Braga

Advogado.

Recent Comments

Leave Comments

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos sites, você concorda com tal monitoramento. Criado por WP RGPD Pro