As alegrias hediondas do “natal do porta dos fundos”, liberdade de expressão e um Feliz Natal!

As alegrias hediondas do “natal do porta dos fundos”, liberdade de expressão e um Feliz Natal!

As alegrias hediondas do “natal do porta dos fundos”, liberdade de expressão e um Feliz Natal!

A filosofia da arte trata da natureza da arte, sua finalidade e a relação com a moral.

A arte, de maneira geral, expressa uma ideia que fica inscrita no mundo material. É uma virtude do intelecto que deve produzir beleza.

A beleza que pode emanar da obra de arte dá prazer, emociona e arrebata.

Quando acontece o contrário disso, são as paixões desordenadas que comandam o intelecto e a obra de arte transmitirá a falta de cultura, o mau gosto, a feiúra, a blasfêmia, a mentira, o horror, etc

O caso deste filme sobre o Natal é exatamente o do intelecto malfazejo a produzir “alegrias hediondas” enquanto deturpa e perverte cinematograficamente a história do cristianismo.

Para mais artigos sobre o Natal, clique aqui.

É um lixo cultural efusivo a produzir “alegrias hediondas”.

No entanto, eles têm direito à liberdade de expressão, assim como nós cristãos também a temos.

Como nos ensina a famosa frase e que pode ser aplicada ao caso:”Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até o último instante o teu direito de dizê-la.”

Santo Agostinho dizia que “as belezas finitas que contemplamos nas coisas supõem uma beleza infinita.”

A feiura, o mau gosto e a mentira infinitas também podem ser contempladas nas coisas finitas.

Foi o caso desse especial de “natal do porta dos fundos”.

De mais a mais, nada do que já fizeram contra Jesus Cristo ao longo da história da humanidade deve abalar o nosso amor por Ele.

Da mesma forma, tenhamos convicção do Amor Dele por nós.

Por isso mesmo, um Feliz Natal a todos inclusive para a turma da Porta dos fundos e seus seguidores.

Feliz Natal!

About Post Author

Luís Fernando Pires Braga

Luís Fernando Pires Braga

Advogado.

Recent Comments

  • Maurício Almeida

    Ótimo texto!
    Acrescentaria apenas o seguinte:
    A humanidade está confundindo liberdade com vulgaridade de expressão. Precisamos estar atentos na inversão de valores. Não é preconceito…é real.

Leave Comments

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos sites, você concorda com tal monitoramento. Criado por WP RGPD Pro