Nazismo e comunismo – Mórbida semelhança. As comparações de Viktor Suvorov

Nazismo e comunismo – Mórbida semelhança. As comparações de Viktor Suvorov

Nazismo e comunismo- Mórbida semelhança. As comparações de Viktor Suvorov

As duas principais “ideologias do mal”, conforme dizia João Paulo II, foram equiparadas.

Em setembro de 2019, uma resolução do Parlamento europeu colocou o comunismo em patamar de igualdade com o nazismo, ou seja, iguais, entre outras coisas, no ódio e na maldade.

Além disso, no início do ano de 2019, houve uma discussão em larga escala, no Brasil, para saber se o nazismo era de direita ou esquerda.

O escritor Viktor Suvorov, em seu livro “O Grande Culpado/O plano de Stálin para iniciar a Segunda Guerra Mundial”, faz uma comparação entre Hitler e Stálin que também pode esclarecer este assunto.

No prefácio, ele afirma:

“Hitler tinha uma bandeira vermelha. Stálin tinha uma bandeira vermelha. Hitler governava em nome da classe operária, e seu partido se chamava Partido dos Trabalhadores. Stálin também governava em nome da classe operária; seu sistema tinha o nome oficial de Ditadura do Proletariado. Hitler odiava a democracia e lutava contra ela. Stálin odiava a democracia e lutava contra ela. Hitler construía o socialismo. E Stálin construía o socialismo. E Stálin, sob o título de socialismo, via uma sociedade sem classes. No seio das duas sociedades floresceu a escravidão, no mais puro sentido da palavra.

Hitler considerava que seu caminho para o socialismo era o único correto, e enxergava os outros caminhos como distorções. Stálin também continuava sua trilha para o socialismo perfeitamente correta, e via como diversificações da linha principal…

Na Alemanha de Hitler, um partido detinha o poder; os demais estavam atrás das grades. Na União Soviética de Stálin, um partido detinha o poder, os demais estavam atrás das grades. O partido de Hitler situava-se acima da nação, e os líderes dirigiam o país. O de Stálin também se achava acima da nação, e os líderes dirigiam o país…

Hitler tinha a Gestapo. Stálin tinha a NKVD. Hitler tinha Auscwitz, Buchenwald e Dachau. Stálin tinha o Gulag.

Hitler engendrou Babi Yar. Stálin engendrou Katyn. Hitler matou gente aos milhões. Stálin também matou aos milhões.”

Suvorov também nos conta como se deu abertamente a união entre nazismo e comunismo contra os social-democratas na Alemanha:

“A primeira vez em que houve cooperação aberta entre nazistas e comunistas foi em agosto de 1931, na Prússia Oriental, onde os social-democratas estavam no poder. Os nazistas lançaram um plesbiscito, com o objetivo de expulsar os social-democratas. A princípio, os comunistas opuseram-se ao plebiscito. Entretanto, após receberem instruções de Moscou, mudaram de ideia. Nazistas e comunistas uniram força sob a mesma BANDEIRA VERMELHA, EM QUE A SUÁSTICA SE ENTRELAÇAVA COM A FOICE E O MARTELO. Apesar de os comunistas chamarem o plebiscito de “Referendo Vermelho” e os nazistas de “camaradas do povo trabalhador”, não tiveram maioria no plebiscito.”

Não satisfeitos com a derrota, uniram-se novamente na violência e na trama de greves:

“Um ano depois, vários dias antes das eleições do Reichstag, em novembro de 1932, teve início, uma greve nos transportes públicos. Comunistas e nazistas orquestraram-na juntas. Tropas de choque e rozfronters(paramiltares comunistas) paralisaram o transporte público por cinco dias, arrancaram trilhos de bonde, organizaram piquetes, bateram em quem foi trabalhar e usaram a força para deter os veículos que as autoridades conseguiram pôr nas ruas.”

Viktor Suvorov, na verdade se chama Vladimir Rezún, foi oficial do exército vermelho e da inteligência militar da União Soviética.

Desertou e, a partir de documentos secretos, compôs o “Grande Culpado” onde analisa as pretensões militares de Stálin para iniciar a Segunda Guerra mundial.

Demonstra, ademais, a união entre nazistas e comunistas que culminaria no pacto germano-soviético e através de comparações e fatos revela o quanto esses totalitarismos, seus líderes e suas ideologias, se assemelhavam.

About Post Author

Luís Fernando Pires Braga

Advogado.

Recent Comments

  • ODILON ROCHA

    Excelente!
    Sobre a questão do nazismo ser encarado – e propagandeado – como sendo extrema-direita, há um excelente trabalho do Professor Olavo de Carvalho a respeito.
    Nada mais foi do que disdidencias e desacertos na forma de atuação. Os comunistas marxistas, então, como tratamento pejorativo, passaram a se referir aos nazistas como sendo de direita. Colou!

    • guedesebraga

  • O realismo jurídico-político de Carl Schmitt - Guedes & Pires Braga Advocacia

    […] Nazismo e comunismo – Mórbida semelhança. As comparações de Viktor Suvorov […]

Leave Comments

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos sites, você concorda com tal monitoramento. Criado por WP RGPD Pro