“Cartas de um diabo a seu aprendiz”. O pecado da gula segundo C.S.Lewis.

“Cartas de um diabo a seu aprendiz”. O pecado da gula segundo C.S.Lewis.

C.S.Lewis                                              Fonte da foto: internet   

“Cartas de um diabo a seu aprendiz”.´O pecado da gula segundo C.S.Lewis.  

 

A carta XVII de Fitafuso a Vermebile diz: “A forma desdenhosa com a qual você falou, na sua última carta, da gula como meio para capturar almas só demonstra sua completa ignorância. Um dos grandes feitos dos últimos cem anos foi mortificar a consciência humana quanto a isso, de modo que agora você dificilmente vai encontrar, de norte a sul, de leste a oeste da Europa um único sermão ou uma consciência atormentada com esse assunto. Nós causamos esse efeito em grande escala, concentrando todos nossos esforços na GULA DA DELICADEZA.”

 

  Lewis segue, por assim dizer, os paradoxos chestertonianos em relação ao pecado. Chesterton dizia que os pecados eram virtudes enlouquecidas.

A gula foi sempre reconhecida como o pecado do exagero em se alimentar. Mas, com o passar do tempo, esse pecado, de acordo com Lewis, se degenerou em comer com “delicadeza”.

É a “gula da delicadeza” pregada pelos personagens- demônios de “Cartas de um diabo a seu aprendiz”. Fitafuso, então, diabo de uma hierarquia superior, ensina a Vermebile, seu sobrinho aprendiz, como influenciar o ser humano a pecar e umas das artimanhas deles é esse pecado da “gula delicada” motivado pela sofisticação, pedantismo, ou pelo  politicamente correto alimentar. 

Hoje, os gordinhos, por exemplo, são perseguidos, não por serem glutões, mas por comerem errado, sem a sofisticação necessária ou correção. Comigo, certa vez, com um copo de cerveja à mão e um kibe na outra, ouvi o berro de um amigo como se eu estivesse a segurar uma granada: “Nããâooooooooo…”

E começou a falar: “isso(o pobre kibe) contém acrilamida, glúten…essa sua cerveja é feita com milho transgênico…”

Pensei: “era melhor a granada…”Depois da “ladainha” da incorreção alimentar, veio a delicadeza: “você tem que tomar a cerveja holandesa, alimentar-se melhor.

O glúten causa inflamação, a lactose dá diarréia…” Não vou falar dos “conhecedores de vinho” que deixam essa bebida “respirar”, estalam a língua e reviram os olhos ao primeiro gole como se estivessem em transe mediúnico! 

Ah, e os viajantes alimentares que conhecem os restaurantes mais refinados do Brasil e do mundo, esses, talvez, sejam os melhores. 

O conselho do Fitafuso ao Vermebile diz tudo:”Os homens são facilmente transformados em glutões com ajuda da vaidade. Eles devem se achar os maiores especialistas em gastronomia e ficar realizados por terem achado o único restaurante da cidade em que a carne é preparada de forma apropriada. Aquilo que começa com vaidade pode ser gradativamente transformado em hábito. Mas não importa de que jeito você o aborde, o negócio é submetê-lo a um estado em que a negação de qualquer prazer (seja qual for, champanhe ou chá; sole Colbert ou cigarros, acabará por deixá-lo “fora de si”),  porque nesse caso, Vermebile, a caridade, a justiça e a obediência dele estarão à sua mercê. O mero comer em excesso é bem menos valioso do que o apreço pela delicadeza.”

 Bom, não vamos brigar com nossos amigos,  familiares, conhecidos pelos conselhos, mais do que chatos, na hora da alimentação.

Lembremo-nos que devem ser Fitafuso ou Vermebile a influenciá-los. Façamos, a exemplo do que C.S.Lewis alertou e aconselhou, citando logo no início do livro Lutero e São Thomas More: “A melhor forma de expulsar o diabo, se ele não se render aos textos das Escrituras é zombar dele e ridicularizá-lo, pois ele não suporta o desdém.” (Lutero) “O diabo…esse espírito orgulhoso…não suporta ser alvo de chacota” (São Thomas More) Pois bem: façamos chacota!!!

#Cartas de um diabo a seu aprendiz 

#C.S.Lewis

#SãoThomasMore

#Chesterton

#LuísFernandoPiresBraga

#GuedeseBraga 

Para ler sobre o direito e a moral, clique aqui.

About Post Author

Luís Fernando Pires Braga

Advogado.

Leave Comments

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos sites, você concorda com tal monitoramento. Criado por WP RGPD Pro